Loja

O que é insônia?

Está com dificuldade para dormir ou sente cansaço e outras formas de desconforto durante o dia? Você provavelmente está procurando uma resposta para a pergunta “Por que não consigo dormir?”. Se este parece ser um dia em sua vida, é provável que você tenha insônia.

A insônia é um tipo de distúrbio do sono. Os pacientes que sofrem dessa condição têm dificuldade em adormecer, permanecer dormindo ou ambos. Principalmente os sofredores também não se sentem revigorados ao acordar.

Há uma série de fatores que influenciam o motivo da insônia e da insônia crônica. Os profissionais de saúde apontam o estresse, a depressão, outras doenças médicas, a dor e outros distúrbios como os principais culpados. Cansaço e fadiga são apenas o começo. Para aqueles que têm insônia crônica, os pacientes podem reclamar de mau funcionamento do cérebro, queixas físicas e mudanças de humor. Embora essas coisas não sejam uma ameaça à vida, os inconvenientes são demais e podem afetar o estilo de vida e a qualidade de vida da pessoa.

Estatísticas

Se você está sofrendo de problemas para dormir, não se sinta sozinho. Este é um problema de saúde comum em muitos países.

A insônia afeta pessoas de todas as idades, etnias e sexos, mas é um pouco mais prevalente em homens do que em mulheres.

Na verdade, apenas nos Estados Unidos, cerca de 30 a 40% dos adultos indicaram que sentiram os sintomas desse distúrbio do sono. E no mesmo estudo conduzido pelo National Center for Sleep Disorders Research, 10 a 15 por cento dos adultos indicaram que têm insônia crônica. Cerca de 42 milhões de americanos têm insônia crônica.

Tipos de insônia

Uma pessoa pode sofrer de dois tipos de insônia:

  • insônia de curto prazo (aguda) persiste por alguns dias ou semanas
  • insônia de longo prazo (crônica) persiste por meses

A insônia crônica é geralmente secundária a uma condição primária, como depressão ou consumo de certos medicamentos prescritos. A insônia aguda é geralmente a insônia primária, que não está associada a condições ou problemas de saúde.

Sintomas de insônia: quais são os sinais de insônia?

Os principais sintomas da insônia são a incapacidade de adormecer, permanecer adormecido ou uma combinação dos dois problemas. Algumas pessoas podem acordar durante a noite e não conseguir voltar a dormir ou acordar muito cedo pela manhã. Outros sintomas incluem:

  • Sentindo cansaço ao acordar
  • Sonolência excessiva ou fadiga diurna
  • Dificuldade de concentração ou foco
  • Depressão ou ansiedade
  • Dores de cabeça
  • Problemas gastrointestinais
  • Ansiedade por dormir
  • Controle motor deficiente

Causas da insônia: o que causa a insônia?

Não conseguir dormir é uma coisa terrível de se ter, parece não haver nenhuma razão aparente para você se levantar e, a cada hora que passa, você antecipa o quão cansado estará no trabalho no dia seguinte. A causa da insônia que o faz se revirar pode ser apenas uma coisa ou pode ser uma variedade de fatores.

Entender o que causa a insônia o ajudará a dormir mais rápido e a encontrar uma solução para esse problema em tempo integral. Isso também significará uma noite de sono melhor para o seu parceiro de sono que pode ser levado à insônia por causa do seu!

Causas Psicológicas

Você já ouviu alguém dizer que a causa da sua insônia está só na sua cabeça? Bem, pode ser verdade. As causas psicológicas são um grande fator para manter as pessoas acordadas. Muitas vezes as pessoas não aprendem a desligar e parar de pensar nos acontecimentos do dia quando vão para casa.

A ansiedade pode ser uma das principais causas de insônia. Pensar no que aconteceu no trabalho e no que vai acontecer no dia seguinte pode mantê-lo acordado a noite toda. O mesmo pode acontecer com a ansiedade de pagar contas, fazer face às despesas e uma variedade de outras coisas com que tem de lidar no dia a dia.

Estresse e situações estressantes também podem ser uma causa de insônia. Estressar sobre coisas que você não pode mudar definitivamente o deixará acordado a noite toda. Freqüentemente, o estresse se combina com a ansiedade e, quando você tem essas duas coisas para cuidar, pode ser difícil dormir à noite.

Mudanças físicas

Embora grande parte da insônia seja causada por causas psicológicas, há casos em que fatores físicos entram em jogo. As alterações hormonais podem ser uma causa de insônia, principalmente em mulheres. As mulheres podem ter insônia durante a gravidez, menstruação e menopausa. A síndrome pré-menstrual também pode causar insônia nas mulheres.

O envelhecimento traz muitas mudanças físicas e uma delas é a insônia. A melatonina é um hormônio que controla o sono. Quanto mais você envelhece, menos esse hormônio é secretado pelo corpo. Quando você chegar aos 60 anos, seus níveis de melatonina terão diminuído significativamente e você poderá não conseguir dormir muito.

Problemas respiratórios e alergias também podem mantê-lo acordado. Não conseguir dormir quando sofre de asma ou alergia é comum e compreensível, pois você sente desconforto, não importa o quão cansado esteja. Verifique se algum desses fatores pode ser a causa da insônia e veja o que você pode fazer a respeito.

A insônia é um distúrbio do sono formidável, mas controlável. Os sintomas de insônia incluem: perda de sono, sono interrompido, irritabilidade e diminuição da concentração e clareza mental. As causas da insônia variam em adultos. Embora nem todas as causas de insônia em adultos sejam exclusivamente para adultos, as causas da insônia em crianças apresentam algumas diferenças. As diferenças entre as causas da insônia do sono em adultos e crianças estão na variedade e no grau das causas.

Diagnóstico de insônia: como a insônia é diagnosticada?

Um médico ou especialista em sono fará várias perguntas sobre seu histórico médico e padrões de sono.

Um exame físico também é necessário para procurar possíveis condições subjacentes. Além disso, você também pode fazer uma triagem para transtornos psiquiátricos e uso de drogas e álcool.

Para ser diagnosticado com insônia, seus problemas de sono devem ter durado mais de 1 mês. Eles também devem ter um impacto negativo no seu bem-estar. Eles devem estar causando angústia ou perturbando seu humor ou desempenho.

O médico ou especialista pode pedir que você mantenha um livro de registro do sono para entender melhor seus padrões de sono.

Outros testes podem ser necessários, como uma polissonografia. Este é um teste que ocorre durante o sono para registrar seus padrões de sono. É possível que seja realizada actigrafia. Ele funciona por meio de um pequeno dispositivo usado no pulso, chamado actígrafo, para medir seus movimentos e padrões de sono-vigília.

Tratamento da insônia: como tratar a insônia?

O tratamento eficaz da insônia dependerá muito de sua causa. Às vezes, a insônia passa por si mesma, principalmente se for causada por problemas temporários como o jet lag. Outras vezes, você pode precisar fazer mudanças no estilo de vida, como usar protetores de ouvido ou desenvolver uma rotina de hora de dormir que facilite o sono para superar a insônia.

Opções de tratamento para insônia estão disponíveis e os exemplos que podem ser selecionados incluem terapia cognitivo-comportamental, ingestão de medicamentos aprovados pela FDA e outras opções de tratamento natural, como mudança no estilo de vida.

Terapia cognitivo-comportamental ou TCC

Uma opção popular de tratamento para a insônia crônica é por meio do uso de terapia cognitivo-comportamental ou TCC. Isso é considerado uma abordagem não médica no combate ao distúrbio do sono. Essa opção de tratamento baseia-se na crença de que a insônia crônica geralmente ocorre em conjunto com uma série de fatores. Nesta opção de tratamento, o paciente será questionado sobre o distúrbio do sono e isso é conhecido como entrevista clínica. E para tratar o distúrbio com eficácia, várias abordagens serão consideradas, como restrição do sono, controle de estímulos e higiene adequada do sono. Todas essas abordagens devem ser complementadas por um relaxamento adequado.

Uso de medicamentos aprovados pela FDA (pílulas para dormir)

Existem muitos medicamentos para dormir que são usados ​​e abusados ​​por muitos pacientes com insônia, e vários desses remédios para dormir são considerados medicamentos de venda livre. Mas nem todos esses medicamentos são úteis para os insones. De acordo com a conferência do NIH de 2005 sobre o controle da insônia, apenas os agonistas do receptor de benzodiazepina são considerados eficazes e seguros contra a insônia. A conferência também elaborou o fato de que outros medicamentos para dormir são apoiados por evidências insuficientes no que diz respeito à eficácia e segurança.

Uso de remédios naturais

Muitas pessoas ficam surpresas com o tipo de remédios naturais para dormir usados, mas todas as soluções mencionadas abaixo têm uma longa história de eficácia, mas também de segurança.

  • Aromaterapia - Existem muitos remédios naturais para o sono que envolvem fragrâncias, sendo a aromaterapia os mais populares. Quando usado centenas de anos atrás, o sistema de entrega era rudimentar, mas hoje, dispositivos baratos são vendidos por meio dos quais óleos essenciais específicos seriam aquecidos com a fragrância enchendo o ar e promovendo um sono reparador. Os óleos essenciais mais eficazes incluem lavanda, sândalo, camomila e alecrim.
  • Cálcio e Magnésio - Ambos os ingredientes naturais promovem o sono, mas quando combinados, o nível de eficácia aumenta significativamente. A grande vantagem desse remédio em particular é que, embora a pessoa finalmente consiga o sono necessário, essas substâncias oferecem benefícios à saúde. Como exemplo, o cálcio fortalece a densidade óssea, enquanto o magnésio previne doenças cardiovasculares.
  • hops - A maioria das pessoas pensa em cerveja quando ouve o termo “lúpulo”, mas esta flor feminina oferece um efeito calmante natural. Curiosamente, o lúpulo é um sedativo suave que, quando tomado em doses de 30 a 120 miligramas com base na causa e na gravidade do problema do sono, chega logo depois de ir para a cama.
  • L-teanina - Pure L-theanine é um poderoso aminoácido que vem do chá verde. A maioria das pessoas sabe que o chá verde tem sido usado para fins medicinais ao longo de milhares de anos, então faz todo o sentido que este seja um dos melhores remédios naturais para dormir. Um método de introdução do aminoácido no corpo seria beber três xícaras de chá verde por dia, mas junto com isso, um suplemento de chá verde de alta qualidade poderia ser tomado. Um dos aspectos fascinantes da L-teanina é que ela promove um sono reparador à noite, mas produz um estado de alerta calmo durante o dia.
  • meditação - Acalmar a mente e o corpo usando a meditação é benéfico para muitas pessoas que lutam para dormir bem. A meditação vem em uma variedade de formas, de modo que um indivíduo pode escolher aquela que prefere incluir oração, ioga, visualização, imagens mentais e assim por diante. Para obter os melhores resultados, recomenda-se que a forma escolhida de meditação seja usada cerca de 10 minutos antes da hora de dormir.
  • melatonina - Um dos mais benéficos de todos os ingredientes usados ​​em remédios naturais para o sono, a melatonina é um hormônio produzido no corpo para estimular o sono. No entanto, quando uma pessoa tem deficiência desse hormônio ou sofre de um problema de sono muito sério, tomar melatonina em forma de suplemento pode ajudar. Uma observação importante é que o risco de toxicidade, infertilidade e depressão existe se a dose for muito alta, portanto, seria imperativo que uma pessoa falasse com um médico antes de tomar este suplemento.
  • Valeriana - De todos os ingredientes usados ​​para fazer remédios naturais para o sono, a Valeriana é provavelmente a erva usada com mais frequência. Para a maioria das pessoas, a valeriana promove o sono profundo, mas também acelera o tempo que uma pessoa leva para adormecer e melhora a qualidade do sono.
  • Alface Selvagem - A alface selvagem para remédios naturais para o sono pode ser comprada em uma loja de alimentos inteiros, no mercado de um fazendeiro local, às vezes na seção orgânica de grandes supermercados ou, se preferir, cultivada em uma horta doméstica. Quando o sono insatisfatório está associado à síndrome das pernas inquietas ou ansiedade, a alface selvagem funciona muito bem, pois produz um efeito calmante e alivia o desconforto associado à SPI.

Mudancas de estilo de vida

Muitas pessoas têm problemas para adormecer. Este distúrbio do sono afeta cerca de 3.5 milhões de americanos a cada ano. Aqui estão algumas dicas de estilo de vida que podem melhorar sua rotina de sono:

  • Defina uma programação - quando você vai para a cama cedo numa noite e tarde na outra, seu corpo não sabe quando é hora de acordar ou dormir e, durante um longo período de tempo, você pode sofrer algo semelhante ao jet lag crônico. A cura é simples, acerte o relógio para o mesmo horário todas as noites e todas as manhãs, inclusive nos fins de semana. Claro que haverá uma exceção ocasional, mas se você for para a cama na mesma hora e acordar ao mesmo tempo, isso o ajudará a adormecer melhor.
  • Exercício - fazer algum exercício é um ótimo remédio para adormecer e permanecer dormindo. O exercício pode reduzir o estresse e isso torna mais fácil adormecer e permanecer dormindo. Qualquer tipo de exercício aeróbico resolverá o problema; no entanto, evite fazer exercícios três horas antes de ir para a cama, pois isso pode fazer com que você fique muito animado para adormecer.
  • estimulantes - pule os estimulantes como a cafeína, o café é o mais óbvio, mas há o suficiente em refrigerantes, chocolate, álcool, drogas dietéticas e analgésicos. Remédios como chás de ervas ajudam você a adormecer e continuar dormindo. Se você fuma, aqui está outro motivo para parar: a nicotina aumenta a pressão arterial e a pulsação, ambos dificultando o sono.
  • alimentos - cuidado com o que come, tudo o que faz mal ao estômago deve ser retirado do menu. Não coma nada pesado perto da hora de dormir, porque o processo de digestão o manterá acordado. Você pode superar sua fome perto da hora de dormir com um copo de leite e isso o ajudará a adormecer porque é carregado com triptofano, um aminoácido usado pelo corpo para produzir uma substância química cerebral chamada serotonina, que acalma a atividade nervosa.
  • Esqueça as pílulas para dormir - os médicos prescreverão soníferos para os insones mais radicais para quebrar o ciclo para que possam dormir um pouco, mas é melhor tentar soníferos naturais para curar a insônia. O problema com as pílulas para dormir é que elas podem ser viciantes e difíceis de evitar. E, com o tempo, eles perdem sua eficácia e você acaba levando cada vez mais.
  • Não se preocupe na cama - não vá para a cama com preocupações. Decida um lugar e hora em que você vai se preocupar com todas as coisas que estão te incomodando e depois não os leve para a cama. Você pode se preocupar com as coisas na cozinha ou na sala, mas não no quarto. Anote-os e coloque-os em um lugar seguro - fora do quarto - para o seu encontro de preocupação. Isso o ajudará a adormecer sem preocupações. Vai ser difícil no início, mas você pode fazer isso.
  • Não fique aí deitado - se depois de 15-20 minutos você não conseguir dormir ou voltar a dormir, levante-se e faça algo chato. Leia um livro, medite, assista televisão, embora nada estimulante, até que esteja pronto para dormir.


Selecione os campos a serem mostrados. Outros estarão ocultos. Arraste e solte para reorganizar a ordem.
  • Imagem
  • SKU
  • NOTA
  • Preço
  • Stock
  • Disponibilidade
  • Adicione
  • Descrição
  • Conteúdo
  • Peso
  • dimensões
  • Informações adicionais
  • Atributos
  • Atributos personalizados
  • Os campos personalizados
Comparar
Lista de desejos 0
Abra a página da lista de desejos Continuar com a compra